Efeito da sílica nanoestruturada SBA-15 como veículo protetor em imunizações com Toxoide Tetânico

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributorCurso de Especialização em Biotecnologia para Saúde: Vacinas e Biofármacospt_BR
dc.contributorLaboratório de Imunogenéticapt_BR
dc.contributor.advisorTrezena, Aryene Góespt_BR
dc.contributor.advisorDe Franco, Milene Tinopt_BR
dc.contributor.authorDettmann, Viktor Fonseca Barbosapt_BR
dc.date.accessioned2021-05-10T19:30:28Z-
dc.date.available2021-05-10T19:30:28Z-
dc.date.issued2020pt_BR
dc.date.submitted2020-
dc.identifier.citationDETTMANN, Viktor Fonseca Barbosa. Efeito da sílica nanoestruturada SBA-15 como veículo protetor em imunizações com Toxoide Tetânico. 2020. 31 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Biotecnologia para Saúde: Vacinas e Biofármacos) – Centro de Formação de Recursos Humanos para o SUS/SP; Instituto Butantan, São Paulo, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/3711-
dc.description.abstractTetanus is a disease caused by Clostridium tetani, a gram-positive restricted anaerobic bacteria which produces the tetanus toxin called tetanospasmin. However, tetanus is easily preventable by subcutaneous (sc) vaccination (DTP, dT, DT and dTPa) usually adsorbed in aluminum hydroxide. These injectable vaccines presents some disadvantages such as pain during application, need for specialized staff and cold-chain thaw transportation. In this way, oral vaccination would be suitable due to its benefits like reduced production cost, easy transportation and better acceptance. Ordered mesoporous nanostructured silica SBA-15 is an immunogen protective vehicle candidate owing to the beneficial properties, such as the ability to associate with molecules, and chemical, thermal and hydrothermal stability. It has been demonstrated that the association of SBA-15 with several antigens, induce production of specific antibodies when injected through subcutaneous and eventual oral route. In this study, the objective was to verify the SBA-15 silica action as a protective carrier and effective adjuvant in immunizations with tetanus toxoid after subcutaneous and oral administration. Male and female mice from heterogeneous linages for low and high antibody production - LIII and HIII respectively - were used and also an isogenic linage Balb/c. They were immunized twice within 40 days of interval to get primary and secondary response. Results showed an adjuvant/protector effect of SBA-15 when the toxoid was inoculated through subcutaneous route, indicating specific IgG production levels on 30th day of primary response in all groups and progressive increase in secondary responses with the highest titers presented on the 30th day. However, oral immunizations didn’t show detectable IgG production in any group even after booster application.pt_BR
dc.format.extent31 p.pt_BR
dc.language.isoPortuguesept_BR
dc.rightsOpen Accesspt_BR
dc.titleEfeito da sílica nanoestruturada SBA-15 como veículo protetor em imunizações com Toxoide Tetânicopt_BR
dc.title.alternativeSBA-15 nanostructured silica effect as protective vehicle in immunizations with tetanus toxoidpt_BR
dc.typeAcademic monographpt_BR
dc.subject.keywordTétanopt_BR
dc.subject.keywordVacinapt_BR
dc.subject.keywordSílicapt_BR
dc.subject.keywordAdjuvantespt_BR
dc.subject.keywordBiotecnologiapt_BR
dc.subject.keywordTetanuspt_BR
dc.subject.keywordVaccinept_BR
dc.subject.keywordAdjuvantspt_BR
dc.subject.keywordBiotechnologypt_BR
dc.contributor.butantanDettmann, Viktor Fonseca Barbosa|:Aluno|:Curso de Especialização em Biotecnologia para Saúde: Vacinas e Biofármacospt_BR
dc.contributor.butantanTrezena, Aryene Góes|:Pesquisador|:Laboratório de Imunogenéticapt_BR
dc.contributor.butantanDe Franco, Milene Tino|:Pesquisador|:Laboratório de Imunogenéticapt_BR
dc.identifier.bvsccBR78.1pt_BR
dc.identifier.bvsdbIBProdpt_BR
dc.identifier.bvsdbEspecializacaoSESpt_BR
dc.degree.levelEspecializaçãopt_BR
dc.degree.grantorSecretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Centro de Formação de Recursos Humanos para o SUS/SP Dr. Antônio Guilherme de Souzapt_BR
dc.degree.grantorInstituto Butantanpt_BR
dc.degree.localSão Paulopt_BR
dc.degree.programEspecialização na Área da Saúdept_BR
dc.description.abstractptO tétano é uma doença causada pelo Clostridium tetani, uma bactéria gram- positiva anaeróbia restrita que produz a neurotoxina tetânica, chamada tetanospasmina. No entanto, o tétano é facilmente prevenível através da vacinação (DTP, dT, DT e dTPa), realizada pela via subcutânea (sc), utilizando como adjuvante o hidróxido de alumínio. Entretanto, esse vacinas injetáveis apresentam certas desvantagens, como dor durante a aplicação, necessidade de pessoal especializado e transporte em cadeia a frio. Nesse sentido, a vacinação por via oral seria uma alternativa devido aos seus benefícios, como custo reduzido de produção, transporte facilitado e principalmente no que diz respeito à aceitação da população. A sílica mesoporosa nanoestruturada SBA-15 é candidata a veículo protetor de imunógeno devido às suas propriedades, como a habilidade se adsorver com moléculas e sua estabilidade química, térmica e hidrotérmica. Já foi demonstrado que a associação da SBA-15 com vários antígenos induz a produção de anticorpos específicos quando injetada por via subcutânea e, eventualmente, por via oral. Neste trabalho, o objetivo foi verificar a ação da SBA-15 como veículo protetor e adjuvante eficaz em imunizações com toxoide tetânico, também denominado anatoxina tetânica, após administração oral e subcutânea. Para tal, foram utilizados camundongos machos e fêmeas de linhagens heterogêneas geneticamente selecionadas para baixa e alta produção de anticorpos LIII e HIII, respectivamente, e de linhagem isogênica Balb/c, que foram imunizados duas vezes com um intervalo de 40 dias para obtenção das respostas primária (RP) e secundária (RS). Os resultados revelaram efeito adjuvante/protetor da SBA-15 quando o toxoide foi inoculado pela via subcutânea, mostrando produção de níveis IgG específicos no 30o dia de RP em todos os grupos e aumento gradual nas respostas secundárias, com os maiores títulos apresentados nas RS de 30 dias. Porém, nas imunizações pela via oral não foi detectada produção de IgG em nenhum grupo estudado, mesmo após a dose de reforço.pt_BR
item.grantfulltextopen-
item.languageiso639-1Portuguese-
item.openairetypeAcademic monograph-
item.fulltextCom Texto completo-
crisitem.author.dept#PLACEHOLDER_PARENT_METADATA_VALUE#-
crisitem.author.orcid#PLACEHOLDER_PARENT_METADATA_VALUE#-
Appears in Collections:Curso de Especialização em Biotecnologia para a Saúde – Vacinas e Biofármacos


Files in This Item:

TCC_Viktor Dettmann.pdf
Description:
Size: 1.13 MB
Format: Adobe PDF
View/Open
Show simple item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.