Estudo comparativo de reações e eventos adversos da vacina influenza trivalente inativada produzida pelo Instituto Butantan.

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributorCurso de Especialização em Biotecnologia para Saúde: Vacinas e Biofármacospt_BR
dc.contributorDivisão de Ensaios Clínicos e Farmacovigilânciapt_BR
dc.contributor.advisorGattas, Vera Lúciapt_BR
dc.contributor.advisorOliveira, Mayra Martho Moura dept_BR
dc.contributor.authorSilva, Daniela Pereira dapt_BR
dc.date.accessioned2021-05-19T19:07:57Z-
dc.date.available2021-05-19T19:07:57Z-
dc.date.issued2020pt_BR
dc.date.submitted2020-
dc.identifier.citationSilva, Daniela Pereira da. Estudo Comparativo de Reações e Eventos Adversos da Vacina Influenza Trivalente Inativada Produzida pelo Instituto Butantan. 2020. 51 p. Trabalho de Conclusão de Curso Especialização em Biotecnologia Para a Saúde – Vacinas e Biofármacos – Centro de Formação de Recursos Humanos para o SUS/SP; Instituto Butantan, São Paulo, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/3757-
dc.description.abstractIntroduction: From a transfer of technology from the French company Sanofi Pasteur to the Butantan Institute (IB), it was possible to start the production of the vaccine against the influenza virus in Brazil. As a result of this transfer, the data on the package insert for the inactivated trivalent influenza vaccine (TIV) were initially the same as for Sanofi Pasteur, only after 2013 did the production establish itself entirely on national soil and the information started to be obtained also from post-registration studies. and the databases of the current producer. In 2017, through an active surveillance study developed by the Clinical Trials and Pharmacovigilance Division of the IB, it was possible to obtain more robust safety and TIV vaccine results. Objective: The objective of this study is to compare the adverse reactions and events of TIV described in the package insert, in the study of active surveillance and national and international literature. Methodology: A descriptive observational study began by surveying the symptoms present in the insert of the influenza vaccine from the Butantan Institute, in the study of active surveillance and in the insert of the Sanofi package. In a second step, the literature search was carried out using the databases. Pubmed with the following terms: "influenza vaccines" "adverse effects" "adverse drug reaction" "inactivated trivalent influenza" in different combinations. The research was carried out from July to November 2019. The results were organized through the formulation of tables with the data extracted from the IB package insert, an active surveillance study and the articles. Results and Discussion: The search in the databases resulted in 702 articles where 668 were excluded. The exclusion criteria were: study scope different from the objective, clinical studies from phase 1 to 3, absence of data regarding adverse events and reactions or animal experimentation studies. Among the selected articles, only 2 referred to adverse reactions. According to the data collected, the most frequent reactions were: local pain, local erythema, headache, local edema, myalgia, local induration, chills and local ecchymosis. All of these symptoms are predicted after vaccination. Conclusion: According to the data collected, the safety profile of the inactivated trivalent influenza vaccine produced by the Butantan Institute proved to be within the expected safety parameters and demonstrated in other countries.pt_BR
dc.format.extent51 p.pt_BR
dc.language.isoPortuguesept_BR
dc.rightsOpen Accesspt_BR
dc.titleEstudo comparativo de reações e eventos adversos da vacina influenza trivalente inativada produzida pelo Instituto Butantan.pt_BR
dc.typeAcademic monographpt_BR
dc.subject.keywordvacinas de influenzapt_BR
dc.subject.keywordsegurançapt_BR
dc.subject.keywordvacina influenza trivalente inativadapt_BR
dc.subject.keywordefeito adversopt_BR
dc.subject.keywordvigilânciapt_BR
dc.subject.keywordinfluenza vaccinespt_BR
dc.subject.keywordsafetypt_BR
dc.subject.keywordtrivalent inactivated influenza vaccinespt_BR
dc.subject.keywordadverse effectpt_BR
dc.subject.keywordsurveillancept_BR
dc.contributor.butantanSilva, Daniela Pereira da|:Aluno|:Curso de Especialização em Biotecnologia para Saúde: Vacinas e Biofármacospt_BR
dc.contributor.butantanGattas, Vera Lúcia|:Pesquisador|:Divisão de Ensaios Clínicos e Farmacovigilânciapt_BR
dc.contributor.butantanOliveira, Mayra Martho Moura de|:Técnico|:Divisão de Ensaios Clínicos e Farmacovigilânciapt_BR
dc.identifier.bvsccBR78.1pt_BR
dc.identifier.bvsdbIBProdpt_BR
dc.identifier.bvsdbEspecializacaoSESpt_BR
dc.degree.levelEspecializaçãopt_BR
dc.degree.grantorSecretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Centro de Formação de Recursos Humanos para o SUS/SP Dr. Antônio Guilherme de Souzapt_BR
dc.degree.grantorInstituto Butantanpt_BR
dc.degree.localSão Paulopt_BR
dc.degree.programEspecialização na Área da Saúdept_BR
dc.description.abstractptIntrodução: A partir de uma transferência de tecnologia proveniente da empresa francesa Sanofi Pasteur para o Instituto Butantan (IB), foi possível iniciar a produção da vacina contra o vírus da influenza no Brasil. Em decorrência desta transferência os dados da bula da vacina influenza trivalente inativada (TIV) inicialmente eram os mesmos da Sanofi Pasteur, somente a partir de 2013 a produção se estabeleceu inteiramente em solo nacional e as informações passaram a ser obtidas também de estudos pós-registro e das bases de dados do atual produtor. Em 2017 por meio de um estudo de vigilância ativa desenvolvido pela Divisão de Ensaios Clínicos e Farmacovigilância do IB, foi possível obter resultados mais robustos de segurança da vacina TIV. Objetivo: O objetivo deste estudo é comparar as reações e eventos adversos da TIV descritas em bula, no estudo de vigilância ativa e literatura nacional e internacional. Metodologia: Estudo descritivo observacional se iniciou pelo levantamento dos sintomas presentes em bula da vacina influenza do Instituto Butantan, no estudo de vigilância ativa e na bula da Sanofi, em um segundo momento realizou-se a busca de literatura onde se utilizou as bases de dados Pubmed com os seguintes termos: “vacinas de influenza” “efeitos adversos” “reação adversa a drogas” “influenza trivalente inativada” em diferentes combinações. A pesquisa foi realizada entre o período de Julho a Novembro de 2019. A organização dos resultados se deu por meio da formulação de tabelas com os dados extraídos da bula do IB, estudo de vigilância ativa e dos artigos. Resultados e Discussão: A busca nos bancos de dados resultou em 702 artigos onde 668 foram exclusos. Os critérios de exclusão foram: escopo do estudo diferente do objetivo, estudos clínicos de fase 1 a 3, ausência de dados referente a eventos e reações adversas ou estudos de experimentação animal. Dentre os artigos selecionados apenas 2 referiam-se a reações adversas. De acordo com os dados levantados as reações mais frequentes foram: dor local, eritema local, cefaleia, edema local, mialgia, induração local, calafrios e equimose local. Todos estes sintomas são previstos após a vacinação. Conclusão: De acordo com os dados levantados o perfil de segurança da vacina influenza trivalente inativada produzida pelo Instituto Butantan demonstrou-se dentro dos parâmetros de segurança esperados e demonstrados em outros países.pt_BR
item.grantfulltextnone-
item.languageiso639-1Portuguese-
item.openairetypeAcademic monograph-
item.fulltextSem Texto completo-
crisitem.author.dept#PLACEHOLDER_PARENT_METADATA_VALUE#-
crisitem.author.orcid#PLACEHOLDER_PARENT_METADATA_VALUE#-
Appears in Collections:Curso de Especialização em Biotecnologia para a Saúde – Vacinas e Biofármacos

Show simple item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.