O museu como indicador social de saúde: aproximações possíveis entre museologia e saúde no museu de Saúde Pública Emílio Ribas

Translated title
The Museum as a social indicator of Health: possibles between museology and health at the Emílio Ribas Public Health Museum

Abstract
A partir da ampliação formal de estratégias e modelos de promoção de saúde e da crescente atenção a seus determinantes como prioritários na melhoria do bem estar social, este trabalho busca traçar alternativas para o enfrentamento das desigualdades e aproximar relações entre Museologia e Saúde a partir da reestruturação do Museu de Saúde Pública Emílio Ribas (MUSPER). A crescente atribuição de responsabilidades sociais aos museus, no que diz respeito à transformações sociais e coletivas envolvendo acesso, lazer, cultura, pertencimento, história e salvaguarda de referências culturais indica suas potencialidades de atuação e impacto interseccional. Tratando de escassa sistematização dos processos de preservação do patrimônio da saúde, o seguinte trabalho se fundamenta na promoção de análises locais e delineamentos estratégicos de ações com ênfase no território do Bom Retiro, ao qual o museu se localiza, ao acervo do MUSPER e a hibridização de campos como a saúde coletiva, a saúde pública e a museologia social. Em aproximações possíveis, objetiva-se potencializar ferramentas de gestão museológica e educação territorial em prol de avanços na redução das desigualdades em saúde, fomentando encaminhamentos para a qualificada e estratégica difusão de suas referências, visto que os processos de formação do acervo do museu acompanharam importantes reformas sanitárias brasileiras, mudanças no paradigma das ciências e da saúde, assim como diferentes concepções de tratamento da população.
metadata.dc.description.abstractpt
From the formal expansion of strategies and models of health promotion and the increasing attention to its determinants as priorities in the improvement of social welfare, this work seeks to outline alternatives to address inequalities and to bring the relationship between museology and health out of the restructuring of the Emílio Ribas Public Health Museum (MUSPER). The increasing attribution of social responsibilities to museums, with regard to social and collective transformations involving access, leisure, culture, belonging, history and the safeguarding of cultural references indicates their potentialities of action and intersectional impact. The following work is based on the lack of systematization of the processes of preservation of the health patrimony, the following work is based on the promotion of local analyzes and strategic designs of actions with emphasis in the territory of Bom Retiro, to which the museum is located, to the MUSPER collection and the hybridization of fields such as collective health, public health and social museology. In possible approximations, the objective is to potentialize museological management and territorial education tools in favor of advances in the reduction of health inequalities, fomenting referrals to the qualified and strategic diffusion of their references, since the processes of formation of the museum's collection accompanied important Brazilian health reforms, changes in the paradigm of science and health, as well as different conceptions of treatment of the population.
Link to cite this reference
https://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/3834
Issue Date
2019


Files in This Item:

Existing users please Login
TCC_Ellen Nicolau.pdf
Size: 1.08 MB
Format: Adobe PDF
Embargoed until January 1, 2999    Request a copy
Show full item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.