Análise da resposta imune à vacina contra o Streptococcus pyogenes em camundongos selecionados para alta e baixa produção de anticorpos


Publication type
Academic monograph
Language
Portuguese
Access rights
Acesso restrito
Abstract
Streptococcus pyogenes is a gram-positive group A (GAS) bacteria responsible for causing various clinical manifestations, such as pharyngitis, rheumatic fever (RF) and rheumatic heart disease. Approximately 600 million new cases of pharyngitis and 15 million occurrences of rheumatic heart disease per year are estimated worldwide, while the number of deaths may exceed 500,000 over the same period. Considering the impacts of S. pyogenes infections on people's health, it is necessary to study a vaccine for the prevention of the disease. Several studies with vaccines against Streptococcus infections have been conducted, but there is still no vaccine effective for use in humans. A peptide vaccine, StreptInCor, was developed at the Heart Institute, from the S. pyogenes M5 protein, the major bacterial antigen. This vaccine underwent several in vitro and in vivo tests, showing to be capable of inducing both cellular and humoral responses in isogenic and heterogenic mouse strains, and may be a vaccine candidate against bacterial infections caused by Group A Streptococcus. However, in order to be considered effective, it is important that it exhibits good vaccine coverage in the population, inducing the immune response among individuals with variable antibody production capabilities. Thus, this work searched for the potential of the vaccine candidate, StreptInCor, in stimulating the immune response of selected mice to high and low antibody production. Therefore, the serum antibody titer, the cytokine production and the splenocyte cell proliferation of the immunized animals were analyzed. The cellular response was detected only by the production of IL-5 and IL-2. In accordance with what has already been published, the humoral response is present and increases according to the number of immunizations in both strains. The production of antibodies by the LIII mouse strain suggests that this vaccine should be effective in individuals with a poor immune response, which makes StreptInCor a strong candidate vaccine for the human population.
metadata.dc.description.abstractpt
Streptococcus pyogenes é uma bactéria gram-positiva do grupo A (GAS) responsável por causar diversas manifestações clínicas, como faringite, febre reumática (FR) e doença reumática do coração. Estima-se no mundo todo cerca de 600 milhões de novos casos de faringite e 15 milhões de ocorrências de doença reumática do coração por ano, enquanto o número de mortes pode ultrapassar 500.000 no mesmo período. Considerando os impactos relativos às infecções com S. pyogenes na saúde das pessoas, faz- se necessário o estudo de uma vacina para a prevenção da doença. Diversos estudos com vacinas contra infecções por Streptococcus vem sendo realizados, mas ainda não há uma vacina eficaz para uso em humanos. Uma vacina peptídica, StreptInCor, foi desenvolvida no Instituto do Coração, a partir da proteína M5 do S. pyogenes, principal antígeno da bactéria. Essa vacina passou por diversos ensaios in vitro e in vivo, mostrando ser capaz de induzir tanto resposta celular quanto humoral, em linhagens de camundongos isogênicos e heterogênicos, e pode ser um candidato vacinal contra infecções bacterianas causadas por Streptococcus do Grupo A. No entanto, para uma vacina ser considerada eficaz, é importante que ela apresente uma boa cobertura vacinal na população, induzindo a resposta imune em indivíduos com capacidades variáveis de produção de anticorpos. Assim, este trabalho analisou o potencial do candidato vacinal, StreptInCor, em estimular a reposta imune de camundongos selecionados para alta (High) e baixa (Low) produção de anticorpos. Para tanto, foi analisado o título de anticorpos do soro, a produção de citocinas e a proliferação celular de esplenócitos dos animais imunizados. A resposta celular foi detectada apenas pela produção de IL-5 e IL-2. Corroborando com o que já foi publicado, a resposta humoral está presente e aumenta com mais imunizações nas duas linhagens. A produção de anticorpos pela linhagem Low sugere que essa vacina deve ser eficaz em indivíduos com baixa resposta imunológica, o que torna a StreptIncor um forte candidato vacinal para a população humana.
Reference
PUCCI, Leandro Volpe. Análise da resposta imune à vacina contra o Streptococcus pyogenes em camundongos selecionados para alta e baixa produção de anticorpos. 2019. 30 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Secretaria de Estado Saúde, Centro de Formação de Recursos Humanos para o SUS/SP “Doutor Antônio Guilherme de Souza” desenvolvido no Instituto Butantan para o Curso de Especialização Toxinas de Interesse em Saúde, São Paulo, 2019.
Link to cite this reference
https://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/3841
Issue Date
2019


Files in This Item:

Existing users please Login
TCC_Leandro Pucci.pdf
Description:
Size: 571.48 kB
Format: Adobe PDF
Embargoed until January 1, 2999    Request a copy
Show full item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.