Descrição de uma nova espécie de serpente do gênero Tantilla Girard in Baird and Girard, 1853 (Colubridae: Colubrinae) do sul do Brasil

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributorCurso de Especialização em Animais de Interesse em Saúde: Biologia Animalpt_BR
dc.contributor.advisorFranco, Francisco Luíspt_BR
dc.contributor.authorAzevedo, Weverton Dos Santospt_BR
dc.date.accessioned2021-06-17T15:09:12Z-
dc.date.available2021-06-17T15:09:12Z-
dc.date.issued2019pt_BR
dc.date.submitted2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/3852-
dc.description.abstractThe genus Tantilla comprises 66 species, being one of the most diverse genera of snakes of the New World. In Brazil, there are two recognized species, T. boipiranga and T. melanocephala. The latter has the largest geographical distribution occurring from Guatemala to northern Argentina and Uruguay, as well as the islands of Trinidad and Tobago, Mustique Island, and the Islands of Saint Vincent Grenadines and Granada. T. melanocephala still presents a high degree of variation in coloration and general morphometry of the body. Therefore, a taxonomic revision of the T. melanocephala complex was carried out, with follicular characters, coloration and general morphometry of the 169 specimens being analyzed. A population of Tantilla was found, which is distributed through the southern Brazil, presented here as a new species. T. sp. n. is immediately distinguishable from the T. melanocephala complex by the presence of a blackish and broadened cephalic hood, covering a large part of the dorsum of the head and extending continuously to the inner scales; and presence of a longitudinal, blackened and diffuse paraventral band, later denser in the trunk. Although T. sp. n. is recognizable, there are populations along the distribution of T. melanocephala that, even though they have distinct colorations, are difficult to distinguish because there is a great overlap of meristic characters, which may mean the existence of cryptic diversity within this taxon. Finally, studies combining morphological and molecular evidences should be developed in order to test the hypothesis of cryptic diversity and elucidate the taxonomic relationships between the possible species of this complex.pt_BR
dc.format.extent34 p.pt_BR
dc.language.isoPortuguesept_BR
dc.rightsRestricted accesspt_BR
dc.titleDescrição de uma nova espécie de serpente do gênero Tantilla Girard in Baird and Girard, 1853 (Colubridae: Colubrinae) do sul do Brasilpt_BR
dc.typeAcademic monographpt_BR
dc.subject.keywordTaxonomiapt_BR
dc.subject.keywordColubroideapt_BR
dc.subject.keywordSonorinipt_BR
dc.subject.keywordSerpente escavadorapt_BR
dc.subject.keywordTaxonomypt_BR
dc.subject.keywordBurrowing snakept_BR
dc.contributor.butantanAzevedo, Weverton Dos Santos|:Aluno|:Curso de Especialização em Animais de Interesse em Saúde: Biologia Animalpt_BR
dc.contributor.butantanFranco, Francisco Luís|:Pesquisador|:Laboratório Especial de Coleções Zoológicaspt_BR
dc.identifier.bvsccBR78.1pt_BR
dc.identifier.bvsdbIBProdpt_BR
dc.identifier.bvsdbEspecializacaoSESpt_BR
dc.degree.levelEspecializaçãopt_BR
dc.degree.grantorSecretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Centro de Formação de Recursos Humanos para o SUS/SP Dr. Antônio Guilherme de Souzapt_BR
dc.degree.grantorInstituto Butantanpt_BR
dc.degree.localSão Paulopt_BR
dc.degree.programEspecialização na Área da Saúdept_BR
dc.description.abstractptO gênero Tantilla compreende 66 espécies, sendo um dos gêneros mais diversos de serpentes do Novo Mundo. No Brasil, há duas espécies reconhecidas, T. boipiranga e T. melanocephala. A última possui a maior distribuição geográfica ocorrendo desde a Guatemala, até o norte da Argentina e Uruguai, além das ilhas de Trinidad e Tobago, Ilha Mustique, e Ilhas de São Vicente Granadinas e Granada. T. melanocephala ainda apresenta alto grau de variação na coloração e morfometria geral do corpo. Diante disso, conduziu-se uma revisão taxonômica do complexo T. melanocephala, analisando-se caracteres de folidose, coloração e morfometria geral do corpo de 169 espécimes e descobriu-se uma população de Tantilla, que se distribui pelas áreas de campo do sul do Brasil, apresentada aqui como uma nova espécie. T. sp. n. é imediatamente distinguível do complexo T. melanocephala pela presença de capuz cefálico enegrecido e amplo, cobrindo grande parte do dorso da cabeça e estendendo-se continuamente até as escamas internasais; e presença de faixa paraventral longitudinal, enegrecida e difusa, mais adensada posteriormente no tronco. Embora T. sp. n. seja reconhecível, há populações ao longo da distribuição de T. melanocephala que, mesmo apresentando colorações distintas, são difíceis de distinguir porque há grande sobreposição de caracteres merísticos, o que pode significar a existência de diversidade críptica dentro desse táxon. Finalmente, estudos combinando evidências morfológicas e moleculares devem ser desenvolvidos, afim de testar a hipótese de diversidade críptica e elucidar as relações taxonômicas entre as possíveis espécies deste complexo.pt_BR
dc.description.internal"Solicito que aguarde mais um tempo antes de liberar o acesso, tendo em vista que muitos dados inéditos estão sendo usados para futuras publicações." (Data da nota: 01/09/2021. Data de retorno: 01/09/2022)pt_BR
item.languageiso639-1Portuguese-
item.fulltextCom Texto completo-
item.openairetypeAcademic monograph-
item.grantfulltextembargo_29990101-
crisitem.author.dept#PLACEHOLDER_PARENT_METADATA_VALUE#-
crisitem.author.orcid#PLACEHOLDER_PARENT_METADATA_VALUE#-
Appears in Collections:Curso de Especialização em Animais de Interesse em Saúde: Biologia Animal


Files in This Item:

Existing users please Login
TCC_Weverton dos Santos Azevedo.pdf
Description:
Size: 1.82 MB
Format: Adobe PDF
Embargoed until January 1, 2999    Request a copy
Show simple item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.