Expressão recombinante de uma hemocianina isolada do veneno da centopeia Cryptops iheringi


Publication type
Academic monograph
Language
Portuguese
Access rights
Restricted access
Appears in Collections:
Abstract in Portuguese
As centopeias da classe chilopoda Myriapoda, também conhecida como lacraias, são um grupo de artrópodes com venenos vastamente distribuídos pelo mundo. O gênero Cryptops é um dos mais associados a acidentes em humanos na região metropolitana do estado de São Paulo, por serem animais bem adaptados a áreas urbanas. O envenenamento pode causar uma série de sintomas desagradáveis como dor ardente, parestesia, edema e necrose superficial no local da picada, podendo em casos raros evoluir para um quadro de envenenamento grave. Até o momento, não há nenhum estudo na literatura sobre as toxinas da Cryptops iheringi. Assim, neste trabalho o nosso grupo decidiu realizar uma análise transcriptômica da glândula do veneno da C. iheringi para obter um perfil das toxinas desta espécie. Além disso, o veneno bruto foi submetido à análise de espectrometria de massa para estabelecer uma associação entre as sequências desconhecidas. Essa abordagem levou à identificação de uma subunidade da hemocianina (Hc). As hemocianinas são proteínas respiratórias que contêm cobre que são encontradas na hemolinfa de muitas espécies de artrópodes. Aqui, relatamos a presença de Hc na lacraia C. Iheringi. proteínas são descritas como imunógenos potentes, que induzem a síntese de grandes quantidades de anticorpos específicos. Estudos demonstraram sua interação com monócitos e linfócitos polimorfonucleares, influenciando na imunidade inata e aumentando a sua capacidade de modular a resposta imune de forma adequada podendo aumentar a resposta imune do hospedeiro a certas infecções. Além disso, análises in vitro demonstraram potencial para atividade anticâncer, com inibição significativa do crescimento in vitro de células de câncer de mama, pâncreas e próstata. Atualmente os dados científicos se limitam principalmente ao estudo do Hc nativo de molusco M. crenulata, portanto, o potencial biotecnológico das Hcs isoladas das centopeias ainda é inexplorado. Dessa forma, dando continuidade ao projeto com esta molécula no laboratório, visamos obter esta toxina na forma solúvel utilizando processo de refolding.
Reference
CURVELO, Danielle Albuquerque. Expressão recombinante de uma hemocianina isolada do veneno da centopeia Cryptops iheringi. 2024. 25 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Toxinas de Interesse à Saúde) – Escola Superior do Instituto Butantan, São Paulo, 2024.
Link to cite this reference
https://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/5355
Issue Date
2024

Show full item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.