Aspectos reprodutivos da caiçaca, Bothrops moojeni (Serpente, Viperidae): dança combate, corte, cópula e gestação

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributorCurso de Especialização em Animais de Interesse em Saúde: Biologia Animalpt_BR
dc.contributorLaboratório de Herpetologiapt_BR
dc.contributor.advisorSant'Anna, Sávio Stefaninipt_BR
dc.contributor.authorSant'ana, Juliany Cristina Espinhosa dept_BR
dc.date.accessioned2021-05-17T14:08:59Z-
dc.date.available2021-05-17T14:08:59Z-
dc.date.issued2020pt_BR
dc.date.submitted2020-
dc.identifier.citationSANT’ANA, Juliany Cristina Espinhosa de. Aspectos reprodutivos da caiçaca, Bothrops moojeni (Serpente, Viperidae): dança combate, corte, cópula e gestação. 2020. 34 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Animais de Interesse em Saúde: Biologia Animal) – Centro de Formação de Recursos Humanos para o SUS/SP; Instituto Butantan, São Paulo, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/3735-
dc.description.abstractThe reproductive biology of snakes is gaining more attention because it is an event that contains unique characteristics, such as sperm storage, seasonal and biennial cycles, copulations that occur in autumn-winter and parturition in summer and parental care among other characteristics. However, we need to go deeper into what concerns the courtship and copulation behavior of these animals[...]pt_BR
dc.format.extent34 p.pt_BR
dc.language.isoPortuguesept_BR
dc.rightsOpen Accesspt_BR
dc.titleAspectos reprodutivos da caiçaca, Bothrops moojeni (Serpente, Viperidae): dança combate, corte, cópula e gestaçãopt_BR
dc.title.alternativeReproductive aspects of caiçaca, Bothrops moojeni (Snake, Viperidae): combat dance, cut, copulation and gestationpt_BR
dc.typeAcademic monographpt_BR
dc.subject.keywordHerpetologiapt_BR
dc.subject.keywordComportamento reprodutivopt_BR
dc.subject.keywordReproduçãopt_BR
dc.subject.keywordJararaca do Cerradopt_BR
dc.subject.keywordBothrops moojenipt_BR
dc.subject.keywordViperidaept_BR
dc.subject.keywordHerpetologypt_BR
dc.subject.keywordReproductivept_BR
dc.subject.keywordBehaviorpt_BR
dc.subject.keywordReproductionpt_BR
dc.subject.keywordCerrado Jararacapt_BR
dc.contributor.butantanSant'ana, Juliany Cristina Espinhosa de|:Aluno|:Curso de Especialização em Animais de Interesse em Saúde: Biologia Animalpt_BR
dc.contributor.butantanSant'Anna, Sávio Stefanini|:Pesquisador|:Laboratório de Herpetologiapt_BR
dc.identifier.bvsccBR78.1pt_BR
dc.identifier.bvsdbIBProdpt_BR
dc.identifier.bvsdbEspecializacaoSESpt_BR
dc.degree.levelEspecializaçãopt_BR
dc.degree.grantorSecretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Centro de Formação de Recursos Humanos para o SUS/SP Dr. Antônio Guilherme de Souzapt_BR
dc.degree.grantorInstituto Butantanpt_BR
dc.degree.localSão Paulopt_BR
dc.degree.programEspecialização na Área da Saúdept_BR
dc.description.abstractptA biologia reprodutiva das serpentes vem ganhando mais atenção por ser um evento que contém características únicas, como por exemplo, a estocagem de esperma, ciclos sazonal e bienal, cópulas que ocorrem no outono-inverno e parturição no verão, cuidado parental, e entre outras características. Contudo precisamos nos aprofundar no que se diz respeito ao comportamento de corte e cópula desses animais. Por exemplo, cada espécie do gênero Bothrops tem um tipo de display de comportamento como, por exemplo, a Bothrops moojeni que faz a dança combate entre os machos. Entretanto esses comportamentos não têm sido tão valorizados pela literatura, pois ainda as descrições desses comportamentos são bastante escassas por terem poucas espécies estudadas, dificultando o conhecimento dos tais comportamentos para uma futura comparação entre as futuras espécies estudadas. Para este trabalho a espécie escolhida foi a Bothrops moojeni, um animal que pertence ao grupo atrox, encontrado no Cerrado do Brasil Central. Foram feito 4 pareamentos, com 9 animais utilizados, sendo que dois casais tiveram sucesso de cópula e os outros dois casais não tiveram cópulas. Os registros foram feitos através de sistema de filmagem instalado na sala de reprodução do Biotério do Laboratório de Herpetologia do Instituto Butantan. Foi possível registrar seus “displays” de comportamento entre machos e depois o comportamento deles na presença da fêmea e caracterizar comportamentos como: ponte corpórea, submissão, montar tipo 2, cabeça erguida tipo 2, roçar, levantamento caudal e acoplagem cloacal, que são rituais de comportamento de corte e cópula. Também verificamos que agosto foi o período de maior atividade reprodutiva em cativeiro. Esses dados poderão contribuir com estudos futuros a respeito do comportamento reprodutivo desses Viperidae.pt_BR
item.grantfulltextnone-
item.languageiso639-1Portuguese-
item.openairetypeAcademic monograph-
item.fulltextSem Texto completo-
crisitem.author.dept#PLACEHOLDER_PARENT_METADATA_VALUE#-
crisitem.author.orcid#PLACEHOLDER_PARENT_METADATA_VALUE#-
Appears in Collections:Curso de Especialização em Animais de Interesse em Saúde: Biologia Animal

Show simple item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.