Acidentes por serpente Helicops modestus (Günther, 1861): estudo retrospectivo de 442 casos atendidos no Hospital Vital Brazil no período de 1945 a 2019

Translated title
Helicops modestus snake accidents (Günther, 1861): a retrospective study of 442 cases treated at Hospital Vital Brazil from 1945 to 2019

Publication type
Academic monograph
Language
Portuguese
Access rights
Open Access
Abstract
The species Helicops modestus (Günther, 1861) occurs in Southern, Southeastern and Midwestern Brazil, with one record for the Northeastern region. They have morphological adaptations to the aquatic environment of different habitats. H. modestus feeds mainly on fishes and occasionally on amphibians. Although some authors have argued that its bite causes only mild and transient local effects, as far as we know, there are no studies with a significant number of well-documented cases containing sufficient details to fully evaluate the medical risk potential of this species. We aim to describe the epidemiological and clinical aspects of the H. modestus accidents. We retrospectively analyzed 442 proven cases of H. modestus bites admitted to Hospital Vital Brazil (HVB), Butantan Institute, São Paulo, Brazil, between 1945 and 2019[...]
metadata.dc.description.abstractpt
A espécie Helicops modestus (Günther, 1861) ocorre no sul, sudeste e centro-oeste do Brasil, com alguns registros na região nordeste. Ela possui adaptações morfológicas ao ambiente aquático de diferentes habitats. H. modestus se alimenta principalmente de peixes e, ocasionalmente, de anfíbios. Embora alguns autores tenham argumentado que sua mordedura apenas causa efeitos locais leves e transitórios, até onde sabemos, não existem estudos com um número significativo de casos bem documentados contendo detalhes suficientes para avaliar completamente o risco médico dessa espécie. Nosso objetivo foi descrever os aspectos epidemiológicos e clínicos dos acidentes com H. modestus. Analisamos retrospectivamente 442 casos comprovados de picadas de H. modestus atendidos no Hospital Vital Brazil (HVB), Instituto Butantan, São Paulo, Brasil, entre 1945 e 2019. Foram incluídos apenas os casos em que o animal causador foi trazido e identificado. Dos 442 casos, apenas 82 tiveram o gênero da serpente registrado, sendo 66 (80,5%) fêmeas. O comprimento das serpentes estava disponível em 116 casos e variou de 16 a 132 cm, com média de 47,9 ± 19,1 cm. Das 257 serpentes, 217 (84,4%) eram adultas e 40 (15,6%) jovens ou filhotes. A maioria das mordidas ocorreu no verão (n = 246, 56,7%) e na primavera (n = 106, 24,0%), próximo ou em córregos, rios, lagoas ou piscinas (n = 147, 33,3%), nos períodos da tarde (n = 184, 41,7%) e da noite (n = 170, 38,5%), e acometendo as extremidades (pés 38,2%, mãos 31,3%). A idade das vítimas variou de 1 a 75 anos, com mediana de 21 anos (intervalo interquartil = 10 a 32 anos) e 276 (62,4%) pacientes eram homens. Cerca de 90% dos pacientes procuraram atendimento médico dentro de 6 horas após a picada. As manifestações clínicas locais foram dor (n = 225, 50,9%), sangramento (n = 169, 38,2%), eritema (n = 68, 15,4%), edema (n = 53, 12,0%), dor intensa (n = 12, 2,7%) e parestesias (n = 8, 1,8%). Apenas 27 (6,1%) pacientes relataram sintomas sistêmicos, caracterizados principalmente por tonturas (4,3%) ou tremores (1,1%), e 122 pacientes (27,6%) não mostraram nenhuma evidência de envenenamento. O tempo de coagulação foi realizado em 92 pacientes e todos foram normais. Tratamento de suporte foi realizado em 51,8% dos pacientes, principalmente através do uso de antissépticos (n = 179, 40,5%), anti-histamínicos (n = 73, 16,5%) e analgésicos (n = 18, 4,1%). Quatorze pacientes (3,2%) foram inadequadamente tratados com antiveneno, antes de sua admissão no HVB. Não foram observadas sequelas ou complicações nos pacientes, e o prognóstico foi benigno. Embora os acidentes com H. modestus possam causar sintomatologia local leve, os profissionais de saúde devem estar atentos ao diagnóstico correto, para evitar o uso desnecessário de antiveneno.
Reference
ROSÁRIO, Rafaela da Conceição Pereira. Acidentes por serpente Helicops modestus (Günther, 1861): estudo retrospectivo de 442 casos atendidos no Hospital Vital Brazil no período de 1945 a 2019. 40 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Toxinas de Interesse em Saúde – Centro de Formação de Recursos Humanos para o SUS/SP; Instituto Butantan, São Paulo, 2020).
Link to cite this reference
https://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/3751
Issue Date
2020

Show full item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.