Efeitos Biológicos de um Novo Oxifitoesterol Derivado da Ozonização do β-Sitosterol

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributorCurso de Especialização em Biotecnologia para Saúde: Vacinas e Biofármacospt_BR
dc.contributorLaboratório de Biologia Molecularpt_BR
dc.contributor.advisorOnuki, Janicept_BR
dc.contributor.authorTakayasu, Bianca Sayuript_BR
dc.date.accessioned2021-05-19T15:35:10Z-
dc.date.available2021-05-19T15:35:10Z-
dc.date.issued2020pt_BR
dc.date.submitted2020-
dc.identifier.citationTAKAYASU, Bianca Sayuri. Efeitos Biológicos de um Novo Oxifitoesterol Derivado da Ozonização do β-Sitosterol. 2020. 28 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Biotecnologia para a Saúde – Vacinas e Biofármacos) – Centro de Formação de Recursos Humanos para o SUS/SP; Instituto Butantan, São Paulo, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/3753-
dc.description.abstractβ-Sitosterol is one of the main phytosterols found in vegetable oils, which is widely consumed due to its ability to reduce the risk of atherosclerosis by inhibiting intestinal cholesterol absorption. However, the structural similarity to cholesterol, makes them susceptible to oxidation by reactive oxygen species, such as ozone, giving rise to oxyphytosterols. The mechanisms of action and biological effects of oxyphytosterols are still poorly investigated due to the complexity of synthesis, purification, and characterization of pure compounds. This study sought to investigate the biological effects and mechanisms of action of β-OX, the main oxyphytosterol derived from the β-Sitosterol ozonation, in human liver tumor HepG2 cells. HepG2 cells were seeded in coverslips with a final density of 4.8x104 cells/cm2 in DMEM Low Glucose medium and incubated for 72 h. The cells were exposed to β-Sito (0.5 μM) or β-OX (40 μM) for 48 h and morphological analysis was performed by immunoassay and confocal microscopy. Cells treated with 0.5 μM β-Sito did not show any alteration in the distribution of microtubules (MT) network, mitosis and nuclear morphology when compared to control. In contrast, treatment with β-OX 40 μM showed alterations in the MT network with more intense fluorescent staining on the periphery of the cytoplasm, with more round-shaped cells and presence of MT clusters compared to control. There was also a reduction in mitoses and altered nuclei with a retracted and irregular appearance. These results suggest that β-OX may be interfering with the formation of the mitotic spindle, causing the interruption of the cell cycle progression to mitosis. Alteration in nuclear morphology may also be associated with the destabilization of microtubules. Therefore, the results of this work are significant to elucidate the main mechanisms of action of β-OX, providing essential information for the understanding of possible adverse effects or its application as a potential therapeutic agent.pt_BR
dc.format.extent28 p.pt_BR
dc.language.isoPortuguesept_BR
dc.rightsOpen Accesspt_BR
dc.titleEfeitos Biológicos de um Novo Oxifitoesterol Derivado da Ozonização do β-Sitosterolpt_BR
dc.typeAcademic monographpt_BR
dc.subject.keywordOxifitoesteróispt_BR
dc.subject.keywordFitoesteróispt_BR
dc.subject.keywordMicrotúbulospt_BR
dc.subject.keywordCitotoxicidadept_BR
dc.subject.keywordOzôniopt_BR
dc.subject.keywordOxyphytosterolspt_BR
dc.subject.keywordPhytosterolspt_BR
dc.subject.keywordMicrotubulespt_BR
dc.subject.keywordCytotoxicitypt_BR
dc.subject.keywordOzonept_BR
dc.contributor.butantanTakayasu, Bianca Sayuri|:Aluno|:Curso de Especialização em Biotecnologia para Saúde: Vacinas e Biofármacospt_BR
dc.contributor.butantanOnuki, Janice|:Pesquisador|:Laboratório de Biologia Molecularpt_BR
dc.identifier.bvsccBR78.1pt_BR
dc.identifier.bvsdbIBProdpt_BR
dc.identifier.bvsdbEspecializacaoSESpt_BR
dc.degree.levelEspecializaçãopt_BR
dc.degree.grantorSecretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Centro de Formação de Recursos Humanos para o SUS/SP Dr. Antônio Guilherme de Souzapt_BR
dc.degree.grantorInstituto Butantanpt_BR
dc.degree.localSão Paulopt_BR
dc.degree.programEspecialização na Área da Saúdept_BR
dc.description.abstractptβ-Sitosterol é um dos principais fitoesteróis encontrados em óleos vegetais, com amplo consumo devido à sua capacidade de reduzir os riscos de desenvolvimento de aterosclerose através da inibição da absorção intestinal de colesterol. Entretanto, a similaridade estrutural ao colesterol, torna-os suscetíveis a oxidação por espécies reativas de oxigênio, como o ozônio, dando origem aos oxifitoesteróis. Os mecanismos de ação e efeitos biológicos desses óxidos ainda são pouco investigados, devido à complexidade de síntese, purificação e caracterização de compostos puros. Este estudo buscou investigar os efeitos biológicos e mecanismos de ação de β-OX, o principal oxifitoesterol derivado da ozonização do β-Sitosterol, em células HepG2 de tumor hepático humano. Células HepG2 foram semeadas em lamínulas com densidade final de 4,8x104 células/cm2 em meio DMEM Low Glucose e incubadas por 72 h. As células foram expostas ao β-Sito (0,5 μM) ou β-OX (40 μM) por 48 h e a análise morfológica feita por imunoensaio e microscopia confocal. Células tratadas com β-sito 0,5 μM não apresentaram alterações na distribuição da rede de microtúbulos (MT), na mitose e na morfologia nuclear quando comparadas ao controle. Em contraste, o tratamento com β-OX 40 μM mostrou alterações na rede de MT com marcação fluorescente mais intensa na periferia do citoplasma, apresentando células mais arredondadas e com presença de aglomerados de MT em relação ao controle. Observou-se também a redução de mitoses e núcleos alterados com aspecto retraído e irregular. Esses resultados sugerem que o β-OX pode estar interferindo na formação do fuso mitótico e interrompendo a progressão do ciclo celular para a mitose. As alterações nucleares também podem estar associadas à desestabilização dos microtúbulos. Portanto, os resultados deste trabalho contribuíram para elucidar os principais mecanismos de ação do β-OX, imprescindíveis para o entendimento de possíveis efeitos adversos ou para sua aplicação como um potencial agente terapêutico.pt_BR
item.grantfulltextnone-
item.languageiso639-1Portuguese-
item.openairetypeAcademic monograph-
item.fulltextSem Texto completo-
crisitem.author.dept#PLACEHOLDER_PARENT_METADATA_VALUE#-
crisitem.author.orcid#PLACEHOLDER_PARENT_METADATA_VALUE#-
Appears in Collections:Curso de Especialização em Biotecnologia para a Saúde – Vacinas e Biofármacos

Show simple item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.