O dilema do diagnóstico da Dengue em tempos de Zika

Translated title
What will be of Dengue in the wake of Zika? The diagnostic dilemma

Abstract
As a consequence of the Zika virus epidemic in the South America in 2015, its significant structural similarity and overlapping circulation with Dengue virus, currently available diagnostic tests fail in efficacy and sensitivity. As a result, the development of improved or innovative methods becomes indispensable. This study performed a literature survey to analyse existing diagnostic methods for the detection of Dengue and Zika viruses and possible promises for more accurate diagnoses under development. The literature survey was performed by searching the databases Medline (via PubMed), Embase and LILACS/BVS. A search strategy was made specific to the databases. Exclusion criteria have been defined for search restrictions. The search was completed with 15 articles for data extraction. The eligibility criteria were to select articles after 2015 and with innovative or improved diagnostic proposals for arboviruses. The results showed that existing diagnostic methods for suspected clinical cases are complicated by the short duration of viraemia and by serological cross-reactivity with epitopes from other flaviviruses, this often requires the use of several diagnostic test types. This practice is unsustainable for its cost, so there is an urgent need for more practical and cheap tools. Despite the urgency of the current problem, few diagnostic tests have been designed or developed with the necessary requirements for implementation in the Brazilian National Health (System Sistema Único de Saúde - SUS)
Abstract in Portuguese
Como consequência da epidemia do vírus Zika ocorrido na América do sul em 2015, sua significativa similaridade estrutural e cocirculação com o vírus da Dengue, os testes diagnósticos disponíveis atualmente falham na questão da eficácia e sensibilidade. Em decorrência disso, o desenvolvimento de métodos aprimorados ou inovadores torna-se indispensável. Este trabalho objetiva a realização de um levantamento de dados da literatura para analisar os métodos diagnósticos disponíveis para a detecção dos vírus Dengue e Zika e possíveis promessas de diagnósticos mais precisos que estão sendo estudados ou em fase de desenvolvimento. O levantamento da literatura foi conduzido por meio de pesquisa nos bancos de dados da Medline (via PubMed), Embase e LILACS/BVS. Uma estratégia de busca foi realizada com termos específicos para as bases de dados. Critérios de exclusão foram definidos para restrição da busca. A busca nas bases de dados terminou com 15 artigos para extração de informações. Os critérios de elegibilidade foram selecionar artigos posteriores a 2015 e com propostas inovadoras ou aprimoradas de diagnóstico para arboviroses. Os resultados mostraram que os métodos de diagnóstico existentes para casos clínicos suspeitos são complicados pela curta duração da viremia e pela reatividade cruzada sorológica com epítopos de outros flavivírus, o que geralmente requer o uso de vários tipos de testes de diagnóstico. Essa prática é insustentável pelo seu custo; portanto, há uma necessidade urgente de ferramentas mais práticas e baratas. Apesar da urgência do problema atual, poucos testes diagnósticos projetados ou desenvolvidos apresentam os requisitos necessários para sua implementação no Sistema Único de Saúde (SUS).
Reference
OLIVEIRA, Karine Nascimento de. O dilema do diagnóstico da Dengue em tempos de Zika. 2020. 56 p. Trabalho de Conclusão de Curso Especialização em Biotecnologia para saúde – vacinas e Biofármacos – Centro de Formação de Recursos Humanos para o SUS/SP; Instituto Butantan, São Paulo, 2020.
Link to cite this reference
https://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/3760
Issue Date
2020

Show full item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.