Análise dos índices de criação e manutenção de escorpiões do laboratório de artrópodes


Abstract
The arthropod vivarium has been creating and maintaining scorpion species since its inauguration in March 1995. During this period, the best ways to optimize the creation and maintenance of the animals received and created have been studied, improving the bioterrorism technique for these animals. The objectives of the present study were to present data regarding the maintenance in captivity of T. serrulatus in the arthropod laboratory from 2014 to 2018, in order to contribute with data about the bioterrorism of this species, and thus it is possible to observe that the number of animals increases over the years, consequently the number of extractions of poison, and the mortality rate falls, probably due to the number of accidents that has been increasing with this species, associated to its rapid proliferation.
Abstract in Portuguese
O biotério de artrópodes cria e mantém espécies de escorpiões desde sua inauguração em março de 1995, onde, ao longo deste período foram estudadas as melhores maneiras para otimizar a criação e manutenção dos animais recebidos e criados, aprimorando a técnica de bioterismo para estes animais. Os objetivos do presente estudo foram apresentar dados referentes a manutenção em cativeiro de T. serrulatus no laboratório de artrópodes de 2014 á 2018, de modo a contribuir com dados a cerca do bioterismo desta espécie, e assim é possível observar que o número de animais aumenta ao longo dos anos, consequentemente o número de extrações de veneno, e a taxa de mortalidade cai, provavelmente devido ao número de acidentes que vem aumentando com esta espécie, associado á sua rápida proliferação.
Link to cite this reference
https://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/3771
Issue Date
2019


Files in This Item:

TCC_Leticia Aline de Oliveira.pdf
Size: 850.99 kB
Format: Adobe PDF
View/Open
Show full item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.