Avaliação da atividade esquistossomicida e moluscicida da alga marinha: Ochtodes secundiramea (Montagne) M. Howe, 1920 (Rhodophyta, Gigartinales)


Publication type
Academic monograph
Language
Portuguese
Access rights
Restricted access
Abstract
Schistosomiasis is a parasitic disease caused by trematode worms of the genus Schistosoma that affects almost 240 million people worldwide, with more than 700 million people living in endemic areas. Praziquantel has been widely used in the treatment of patients diagnosed with schistosomiasis since the 1980s. However, it has no effect on immature worms and does not prevent reinfection, which raises the concern with a possible resistance of the worm due to selective pressure by the extensive use. Niclosamide is the only molluscicide recommended by the World Health Organization (WHO) commercially available to control the snail population, however, it has low selectivity, high cost and difficulty in operation. This scenario demonstrates the importance of implementing measures that focus on the search for new alternatives to the drugs currently available for the treatment and prevention of schistosomiasis. The diversity of marine organisms is a promising source for prospecting several compounds, applicable to medicine, agriculture, food and the environment. In this work, an evaluation of the schistosomicidal and molluscicidal activity of seaweed extracts of Ochtodes secundiramea in solvents of different polarities was carried out. The methanol extract demonstrated schistosomicidal activity, the hexane and dichloromethane extracts demonstrated activity in both test models. A metabolomic analysis will be performed to identify a possible active compound against schistosomiasis.
Abstract in Portuguese
A esquistossomose é uma doença parasitária causada por vermes trematódeos do gênero Schistosoma que afeta quase 240 milhões de pessoas no mundo, onde mais de 700 milhões de pessoas vivem em áreas endêmicas. O composto que é amplamente utilizado no tratamento de pacientes diagnosticados com esquistossomose desde a década de 80 é o praziquantel, porém, não possui efeito sobre os vermes imaturos e não previne contra uma reinfecção, alertando sobre uma possível resistência do verme devido à pressão seletiva pelo seu uso. Niclosamida é o único moluscicida recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) disponível comercialmente para controle da população de caramujos; entretanto, possui uma baixa seletividade, alto custo e dificuldade de operacionalização. Este cenário demonstra a importância da implementação de medidas que tenham como foco a busca por novas alternativas aos fármacos atualmente disponíveis para o tratamento e prevenção da esquistossomose. A diversidade de organismos marinhos é uma promissora fonte de prospecção de diversos compostos, aplicáveis à medicina, agricultura, alimentos e meio ambiente. Neste trabalho, foi realizada uma avaliação da atividade esquistossomicida e moluscicida dos extratos da alga marinha Ochtodes secundiramea em solventes de diferentes polaridades. O extrato em metanol demonstrou atividade esquistossomicida, os extratos em hexano e diclorometano demonstraram atividade em ambos os modelos de teste. Será realizada uma análise metabolômica para identificação de um possível composto ativo contra a esquistossomose.
Link to cite this reference
https://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/4185
Issue Date
2022


Files in This Item:

TCC_Lucas Passos Costa.pdf
Description:
Size: 1.12 MB
Format: Adobe PDF
View/Open
Apresentação TCC - Lucas Passos Costa.mp4
Description:
Size: 33.13 MB
Format: MP4 Video
View/Open
Show full item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.