Avaliação comportamental da rata gestante após o transporte nos primeiros dias de gestação e cria

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributorCurso de Especialização em Biotériospt_BR
dc.contributorGestão Científica dos Laboratóriospt_BR
dc.contributor.advisorReis, Renata Gemio dospt_BR
dc.contributor.authorPaulo, Maria Eliza Ferreira do Val dept_BR
dc.date.accessioned2022-02-17T15:55:14Z-
dc.date.available2022-02-17T15:55:14Z-
dc.date.issued2022pt_BR
dc.date.submitted2022-01-20-
dc.identifier.urihttps://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/4204-
dc.description.abstractPregnancy is considered a period of big variation to the maternal organism. Besides, the mother is due to stressing influences from the external environment that might intervene in health and mother-fetal wellbeing. Thus, mating in the experimental facility may avoid stress from handling and transporting pregnancy females, assuring full observation over pre and post gestational periods. However, to obtain pregnancy females can avoid loss of animals that cannot get pregnant and prevent acquiring males. This study aimed to determine if there are behavior changings caused by handling and transporting females obtained already pregnant by observing pre and postnatal periods: gestation, lactation, soundness of neonates and their development after weaning verifying alterations that could cause injury for litter growth. Animals were evaluated through neurobehavior tests and results were compared to those previously obtained in studies whose mating was performed in the experimental animal facility. In the handgrip reflex test, an increase in the experimental group of males and females was observed on the 4th day of observation and a decrease on the 8th day, in females. When comparing postural reflex, results didn’t show significant differences. In the results for negative geotaxia, no significant difference was observed among groups, as well as locomotion movement and general activity. Mother’s body weight during pregnancy didn’t present any significative difference for the experimental group related to control group. These results, put together, cannot allow stating significant influence in transporting females in the first stages of pregnancy in Wistar rats.pt_BR
dc.format.extent36 p.pt_BR
dc.language.isoPortuguesept_BR
dc.rightsOpen accesspt_BR
dc.titleAvaliação comportamental da rata gestante após o transporte nos primeiros dias de gestação e criapt_BR
dc.typeAcademic monographpt_BR
dc.subject.keywordEstresse pré-natalpt_BR
dc.subject.keywordComportamento maternopt_BR
dc.subject.keywordGestação de ratas Wistarpt_BR
dc.subject.keywordEstresse de transportept_BR
dc.subject.keywordPrenatal stresspt_BR
dc.subject.keywordMaternal behaviorpt_BR
dc.subject.keywordWistar rats pregnancypt_BR
dc.subject.keywordTransportation stresspt_BR
dc.identifier.citationabntPAULO, Maria Eliza Ferreira do Val de. Avaliação comportamental da rata gestante após o transporte nos primeiros dias de gestação e cria. 2022. 36 p. Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso) – Instituto Butantan, São Paulo, 2022pt_BR
dc.contributor.butantanPaulo, Maria Eliza Ferreira do Val de|:Aluno|:Curso de Especialização em Biotériospt_BR
dc.contributor.butantanReis, Renata Gemio dos|:Técnico|:Gestão Cientifica dos Laboratóriospt_BR
dc.identifier.bvsccBR78.1pt_BR
dc.identifier.bvsdbIBProdpt_BR
dc.degree.levelEspecializaçãopt_BR
dc.degree.grantorInstituto Butantanpt_BR
dc.degree.localSão Paulopt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação Lato Sensupt_BR
dc.description.abstractptA gestação é considerada um período de grandes variações no organismo materno. Além disso, a mãe está sujeita às influências estressantes provindas do ambiente externo que podem interferir na saúde e no bem-estar materno-fetal. Assim, o acasalamento feito no próprio biotério de experimentação pode evitar o estresse da manipulação e do transporte da fêmea gestante, garantindo o acompanhamento total do período pré e pós-gestacional. Porém, adquirir fêmeas prenhes pode evitar perdas decorrentes de animais que não conseguem emprenhar e evitar a solicitação de machos. Este estudo buscou determinar se existem alterações comportamentais causadas pela manipulação e transporte em fêmeas adquiridas prenhez a partir do acompanhamento dos períodos pré e pós-natal: gestação, lactação, sanidade dos neonatos e seu desenvolvimento após o desmame para verificação de alterações que possam causar prejuízo no desenvolvimento dos filhotes. Os animais foram avaliados através da realização de testes neurocomportamentais e comparados a resultados obtidos anteriormente em estudos cujo acasalamento fora feito no próprio biotério de experimentação. No teste de reflexo de preensão palmar foi observado um aumento no tempo de realização no grupo experimental em machos e fêmeas no PN4 e diminuição no PN8 em fêmeas. Na comparação dos grupos no reflexo postural os resultados não demonstraram diferença significativa. Os resultados da geotaxia negativa, na comparação dos grupos, não evidenciou nenhuma diferença significativa, tampouco houve diferenças significativas para movimentos de locomoção e na atividade geral. O peso das mães durante o tempo de gestação não apresentou nenhuma diferença significativa do grupo experimental em relação ao grupo controle. Estes resultados, avaliados em conjunto, não nos permitem afirmar que houve uma influência significativa do transporte das fêmeas no estágio inicial da gestação de ratas Wistar.pt_BR
dc.contributor.externalcountryBrazilpt_BR
item.grantfulltextopen-
item.languageiso639-1Portuguese-
item.fulltextCom Texto completo-
item.openairetypeAcademic monograph-
crisitem.author.dept#PLACEHOLDER_PARENT_METADATA_VALUE#-
crisitem.author.orcid#PLACEHOLDER_PARENT_METADATA_VALUE#-
Appears in Collections:Curso de Especialização em Biotérios


Files in This Item:

TCC_Maria Eliza Ferreira do Val de Paulo.pdf
Description:
Size: 823.49 kB
Format: Adobe PDF
View/Open
Show simple item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.