Utilização do método alternativo in vitro em substituição ao método in vivo na detecção de pirogênio para produtos injetáveis


Publication type
Academic monograph
Language
Portuguese
Access rights
Open access
Abstract
Pyrogens are substances capable of inducing mild reactions such as fever or severe systemic reactions that can lead to death. Injectable products need to be free of pyrogens when released by the quality control of the pharmaceutical industries, to meet good manufacturing practices. Currently there are 3 types of tests for pyrogen detection, the Monocyte Activation Test, the Bacterial Endotoxin Test and the Pyrogen Test in Rabbits, which is widely used in the release of injectable products. However, the pyrogen test in rabbits requires the use of many animals and cannot be used in certain substances such as anti-inflammatory drugs. The alternative method of bacterial endotoxin testing is not able to detect other pyrogens such as products of the metabolism of fungi, viruses and gram-positive bacteria. The Monocytes Activation Test is an alternative method that covers a wide range of pyrogens, can be used on a large scale for the release of injectable products and is more sensitive because it uses human blood as substrate. This study aimed to evaluate the applicability of the use of the monocytes activation test in place of the pyrogen test in rabbits used in biological quality control in the release of batches of injectable products produced by the Butantan Institute.
Abstract in Portuguese
Pirogênios são substâncias capazes de induzir reações leves como febre ou reações sistêmicas severas que podem levar à morte. Os produtos injetáveis necessitam ser livres de pirogênios quando da sua liberação pelo controle de qualidade das indústrias farmacêuticas, para atender as Boas Práticas de Fabricação. Atualmente existem 3 tipos de testes para detecção de pirogênio, o teste de Ativação de Monócitos, o Teste de Endotoxina Bacteriana e o Teste de Pirogênio em Coelhos, sendo esse amplamente empregado na liberação dos produtos injetáveis. Porém, o teste de pirogênio em coelhos é um teste que demanda a utilização de muitos animais e não pode ser usado em determinadas substâncias como antinflamatórios. O método alternativo de teste de endotoxina bacteriana não é capaz de detectar outros pirogênios como os produtos do metabolismo de fungos, vírus e bactérias gram-positivas. Já o teste de Ativação de Monócitos é um método alternativo que abrange uma ampla gama de pirogênios, pode ser usado em grande escala para liberação dos produtos injetáveis e é mais sensível, pois utiliza como substrato sangue humano. Este trabalho teve como objetivo avaliar a aplicabilidade da utilização do teste de ativação de monócitos em substituição ao teste de pirogênio em coelhos empregado no Controle Qualidade Biológico na liberação dos lotes dos produtos injetáveis produzidos pelo Instituto Butantan.
Link to cite this reference
https://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/4233
Issue Date
2022


Files in This Item:

TCC_Adriana Brittes Pereira da Silva.pdf
Description:
Size: 4.25 MB
Format: Adobe PDF
View/Open
Show full item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.