Venenos e toxinas de serpentes do gênero Bothrops com ação na resposta inflamatória: implicações no tratamento de reações locais

Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributorCurso de Especialização em Toxinas de Interesse em Saúdept_BR
dc.contributorLab. Fisiopatologiapt_BR
dc.contributor.advisorGonçalves, Luis Roberto de Camargopt_BR
dc.contributor.authorSouza, Nathália Silva dept_BR
dc.date.accessioned2023-08-29T14:35:10Z-
dc.date.available2023-08-29T14:35:10Z-
dc.date.issued2023pt_BR
dc.date.submitted2023-02-06-
dc.identifier.urihttps://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/5071-
dc.description.abstractSnakebite is one of the neglected diseases in public health and affects many people's lives worldwide. It impacts the quality of life of populations, mainly poor people and rural areas, constantly exposed to the risk of being affected by this accident. It may cause coagulation disorders and induce acute inflammatory and hemorrhagic activity. It can cause local pain, edema, local hemorrhage, blister formation, and necrosis and may progress to tissue loss, physical disability, or amputation. The main toxins present in Bothrops venom are metalloproteases, phospholipases A2, and serine proteases, which act in isolation and synergistically, triggering an inflammatory response, tissue damage, and hemostatic disorders. Antivenom therapy is the only effective treatment for envenoming by venomous snakebites, and it has a remarkable ability to neutralize systemic effects. However, when it comes to local damage, the antivenom does not have such an effective action, since the mediators of the inflammatory process act quickly after the accident, and the antivenom does not act on endogenous inflammatory mediators that have already been released or on the already damaged tissue. Therefore, it is necessary to study complementary therapies to antivenom therapy so that recovery after snakebite is a more effective outcome. Complementary therapies are diverse and encouraging. Studies with specific toxin inhibitors, natural or synthetic, are promising and have shown potential for improvement in treating local lesions induced by snakebites. The field of study for treating these accidents is encouraging but lacks more investment and further clinical studies to confirm these data and reach the health system.pt_BR
dc.format.extent30 p.pt_BR
dc.language.isoPortuguesept_BR
dc.rightsOpen accesspt_BR
dc.titleVenenos e toxinas de serpentes do gênero Bothrops com ação na resposta inflamatória: implicações no tratamento de reações locaispt_BR
dc.typeAcademic monographpt_BR
dc.subject.keywordproteasespt_BR
dc.subject.keywordinflamaçãopt_BR
dc.subject.keywordacidente ofídicopt_BR
dc.subject.keywordterapêuticapt_BR
dc.subject.keywordproteasespt_BR
dc.subject.keywordinflammationpt_BR
dc.subject.keywordsnakebitept_BR
dc.subject.keywordtreatmentpt_BR
dc.contributor.butantanSouza, Nathália Silva de|:Aluno|:Curso de Especialização em Toxinas de Interesse em Saúdept_BR
dc.contributor.butantanGonçalves, Luis Roberto de Camargo|:Pesquisador|:Lab. Fisiopatologiapt_BR
dc.identifier.bvsccBR78.1pt_BR
dc.identifier.bvsdbIBProdpt_BR
dc.degree.levelEspecializaçãopt_BR
dc.degree.grantorEscola Superior de Ensino do Instituto Butantanpt_BR
dc.degree.localSão Paulopt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-graduação Lato Sensupt_BR
dc.description.abstractptO acidente ofídico é uma das doenças negligenciadas na saúde pública e afeta a vida de muitas pessoas pelo mundo. Impacta a qualidade de vida das populações, principalmente carentes e de zonas rurais, que estão constantemente expostas ao risco de serem acometidas por esse acidente. Pode causar distúrbios de coagulação e induzir atividade inflamatória aguda e hemorrágica. Tem capacidade de causar dor local, edema, hemorragia local, formação de bolhas e necrose, podendo progredir para perda de tecido, incapacidade física ou amputação. As principais classes de toxinas presentes no veneno botrópico são as metaloproteases, fosfolipases A2 e serino proteases, que agem de forma isolada e sinérgica, desencadeando a resposta inflamatória, lesão tecidual e distúrbios hemostáticos. A terapia antiveneno é a única que trata de forma efetiva o envenenamento por serpentes peçonhentas, pois possui uma ótima capacidade de neutralização dos efeitos sistêmicos. Porém, quando se trata dos danos locais, o antiveneno não possui uma ação tão efetiva, pois os mediadores do processo inflamatório agem rapidamente após o acidente, e o soro não atua em mediadores endógenos que já foram liberados e nem em danos já estabelecidos. Portanto, é necessário estudar terapias complementares à soroterapia para que a recuperação após uma picada de cobra tenha um resultado mais eficaz. As terapias complementares são diversas e promissoras. Inúmeros estudos estão sendo feitos em relação a inibidores específicos de toxinas, sejam eles naturais ou sintéticos, demostrando um potencial para melhorar o tratamento das lesões locais decorrentes de acidentes ofídicos. O campo de estudo para o tratamento desses acidentes é muito extenso e promissor, falta apenas mais investimento e estudos clínicos para, num futuro, possam chegar ao sistema de saúde.pt_BR
item.fulltextCom Texto completo-
item.grantfulltextopen-
item.languageiso639-1Portuguese-
item.openairetypeAcademic monograph-
crisitem.author.dept#PLACEHOLDER_PARENT_METADATA_VALUE#-
crisitem.author.orcid#PLACEHOLDER_PARENT_METADATA_VALUE#-
Appears in Collections:Toxinas de Interesse em Saúde


Files in This Item:

Nathália Silva de Souza.pdf
Description:
Size: 1.05 MB
Format: Adobe PDF
View/Open
Show simple item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.