Educação sanitária, discurso eugênico e material de divulgação em saúde no âmbito estadual paulista

Translated title
Health education, eugenic discourse and health promotion material in the state of São Paulo

Abstract
The present work seeks to understand how eugenic thinking influenced the discourse of Sanitary Education, through analysis of the Collection of the Section of Advertising and Sanitary Education of the Department of Health of São Paulo, during the 1930s. This research, analyze documentary sources, especially the first series of the Collection, in the intention of identification as approximations between sanitary education and eugenics, were incorporate in the material. During the 20th century, the debate about public health issues had become central to political discussions and widely explored in the State of São Paulo. Thus, sanitary education was a strategic propagation of sanitary consciousness' ideas that belief in a lack of education could be one of the reasons for disease. It is also during this context that eugenics gained notoriety in Brazil and the world. In the country, the movement development was related to sanitation and had focused on venereal diseases, education, hygiene habits, and childcare, for example, to make society healthy and fit for work, and to overcome the country's problems. Therefore, this research has relevance beyond the period studied, as it relates to possible ruptures and permanences of this normative perspective in discursive practices in current health problems.
metadata.dc.description.abstractpt
O presente trabalho busca compreender como o pensamento eugênico influenciou o discurso da Educação Sanitária, por meio da análise da Coletânea da Seção de Propaganda e Educação Sanitária (SPES) do Departamento de Saúde de São Paulo, durante a década de 1930. A pesquisa analisa as fontes documentais, especialmente a primeira série da Coletânea, a fim de identificar as aproximações entre educação sanitária e eugenia, incorporadas ao material. Durante as primeiras décadas do século XX, as questões de saúde pública estavam sendo amplamente exploradas, e o debate havia se tornado central nas discussões políticas no estado de São Paulo. Dessa maneira, a educação sanitária passa a ser estratégica na promoção e difusão de uma ideia de consciência sanitária, pois, havia no período um ideário de que a falta de instrução poderia ser um dos fatores causadores de doenças. É nesse contexto também, que as ideias eugênicas ganham notoriedade no Brasil e no mundo. No país, o movimento desenvolve estreita relação com o sanitarismo e tem sua preocupação voltada para doenças venéreas, educação, hábitos de higiene e atenção à infância, por exemplo, a fim de tornar a sociedade saudável e apta para o trabalho, em prol da superação dos problemas do país. Sendo assim, a pesquisa possui relevância para além do período estudado, pois relaciona possíveis rupturas e permanências dessa perspectiva normatizadora nas práticas discursivas em saúde atual.
Reference
PAULA, Ana Beatriz Rodrigues de. Educação sanitária, discurso eugênico e material de divulgação em saúde no âmbito estadual paulista. 2020. 43 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em História, Museologia e Divulgação da Ciência e da Saúde) – Centro de Formação de Recursos Humanos para o SUS/SP; Instituto Butantan, São Paulo, 2020.
Link to cite this reference
https://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/3712
Issue Date
2020


Files in This Item:

TCC _Ana Beatriz de Paula.pdf
Description:
Size: 1.37 MB
Format: Adobe PDF
View/Open
Show full item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.