Expressão de VapB-2 recombinante de Leptospira em E.coli e purificação em cromatografia de afinidade por íons metálicos imobilizados (IMAC)

Translated title
Expression of recombinant Leptospira VapB-2 in E.coli and purification by immobilized metal ion affinity chromatography (IMAC)

Abstract
Leptospirosis caused by pathogenic Leptospira species is a zoonotic infectious disease of global importance. Toxin-antitoxin Systems (TA) are highly abundant in most prokaryotic organisms and are involved in bacteria stress response. Among them, the VapBC (virulence associated proteins B and C) is a type II TA family. Genes that encode VapBC are found in L. interrogans and consist of operons coding for an unstable toxin and a stable toxin (the toxins blocked by the antitoxin). Overexpression of toxins can cause inhibition of cellular growth and death by targeting key molecules in several essential processes. VapB2 is the antitoxin of a VapBC2 system from L. interrogans serovar copenhageni.
metadata.dc.description.abstractpt
A leptospirose causada por espécies patogênicas de Leptospira é uma doença infecciosa zoonótica de importância global. Os sistemas toxina-antitoxina (TA) são altamente abundantes na maioria dos organismos procarióticos e estão envolvidos na resposta ao estresse bacteriano. Entre eles, o VapBC (virulência associada às proteínas B e C) é uma família de TA tipo II. Genes que codificam VapBC são encontrados em L. interrogans consistem em operons que codificam uma toxina instável e uma toxina estável (a toxina bloqueada pela antitoxina). A super expressão de toxinas pode causar inibição do crescimento e da morte celular, tendo como alvo moléculas-chave em vários processos essenciais. VapB2 é a antitoxina de um sistema VapBC2 da L. interrogans serovar copenhageni. Este trabalho teve como objetivo a expressão e purificação de r- VapB-2 de L. interrogans serovar copenhageni. Cepas de E. coli foram testadas para a expressão da proteína recombinante VapB2. A melhor cepa para expressão da VapB-2 foi a E. coli BL21 (pGRO7) e a temperatura de 20ºC foi a melhor condição para atingir a maior quantidade de proteína solúvel. A coluna Ni ++ -Sepharose mostrou ser eficaz para a purificação da proteína recombinante.
Link to cite this reference
https://repositorio.butantan.gov.br/handle/butantan/3790
Issue Date
2019


Files in This Item:

TCC_Thais Marchetti.pdf
Size: 1.46 MB
Format: Adobe PDF
View/Open
Show full item record

The access to the publications deposited in this repository respects the licenses from journals and publishers.